Notícias

A PRIMEIRA BATALHA JÁ FOI ANUNCIADA

30/10/18
O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) deverá indicar o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM), para ser ministro-chefe da Casa Civil. Em sua primeira entrevista após seu nome ser veiculado pela imprensa, o deputado defendeu que a Reforma da Previdência seja feita apenas no ano que vem.
Entretanto, esta não é uma boa notícia. Isso porque a defesa do adiamento da votação se dá, segundo ele, para que se faça ‘‘uma única vez’’, ou seja, algo ainda mais radical do que vem sendo proposto pelo presidente Michel Temer (MDB).
Para Lorenzoni o que foi proposto pelo atual governo era apenas um remendo com o objetivo de fazer um ajuste curto de caixa e não duraria cinco anos.
Outro que também já saiu anunciando a Reforma foi o Conselheiro econômico da campanha do presidente eleito, Paulo Guedes. Ele, que defende a menor participação possível do Estado na economia, falou que a mudança do modelo da economia será focada em três "grandes itens" para controle dos gastos públicos.
"O primeiro grande item: a previdência. Precisamos de uma reforma da previdência. O segundo grande item do controle de gastos públicos: as despesas de juros. Vamos acelerar as privatizações (...) O terceiro é uma reforma do estado, são os gastos com a máquina pública. Nós vamos ter que reduzir privilégios e desperdícios"  
Sabemos que a Reforma da Previdência será a primeira grande luta que a Classe Trabalhadora irá travar nesse novo Governo. Agora é necessário construir a luta e a resistência em defesa da aposentadoria. 

LUTA BANCÁRIA

Mais revistas