Notícias

Sindicato consegue impedir na Justiça que bancários do BB sejam transferidos

28/01/21
O Sindicato dos Bancários do RN conquistou na Justiça a tutela antecipada na ação que impede que o Banco do Brasil transfira seus funcionários à revelia, para adequação à reestruturação da empresa. A juíza do trabalho Lilian Matos Pessoa da Cunha Lima proibiu a remoção compulsória dos substituídos, atualmente lotados nas Unidades localizadas nos Municípios de Mossoró, Natal e Parnamirim, para outras localizadas em Municípios diversos, sob pena de multa diária no valor de R$ 2.000,00 por empregado.
O processo é coletivo e está sendo acompanhado pelo escritório Rezende Santiago e Medeiros Advocacia. Na ação o Sindicato argumentou que “em razão da implantação da reestruturação, os funcionários estão na iminência de serem transferidos de forma compulsória com risco de redução salarial, além de poderem ser transferidos para Município ou Estado diferente do qual residem com suas famílias, o que justiça a necessidade de deferimento da liminar ora pretendida.” As remoções unilaterais avançam, seguindo um cronograma que já se iniciou, culminando com o início das transferências a partir de 27/02/2021.
No Rio Grande do Norte o Banco do Brasil pretende desativar quatro unidades, localizadas nos municípios de Mossoró, Natal e Parnamirim, atingindo, aproximadamente, 54 funcionários, os quais passariam à condição de excedentes, restando como única opção a remoção para localidades em Municípios diversos.

LUTA BANCÁRIA

Mais revistas