Notícias

Sindicato oficializa junto ao Governo pedido de inclusão de bancários em lista de grupos prioritários da vacinação

29/03/21
 
A pandemia de Coronavírus vem tomando proposrções alarmantes no Brasil, e em especial, no Rio Grande do Norte. É grande o número de colegas bancários contaminados, internados e até mesmo falecendo devido à Covid-19. Em paralelo a todo o trabalho que vem sendo feito pelo Sindicato junto as agências bancárias cobrando medidas de segurança e providências dos bancos, a Entidade oficializou junto ao Governo Federal e Estadual, a inclusão dos bancários entre os grupos prioritários.
 
O Sindicato apresentou como embasamento para o pedido estudos realizados pela UFMG que consideraram as agências bancárias como locais de alto risco de transmissibilidade do Coronavírus, em virtude da grande movimentação de pessoas; também é importante considerar que os atendimentos bancários e financeiros foram inclusos no rol de serviços essenciais, com as agências bancárias ficando abertas e atendendo ao público por todo o período de crise de saúde pública provocada pela COVID-19; acrescente-se o papel fundamental das instituições bancárias no atendimento aos programas emergenciais, como o auxílio emergencial, capital de giro, PRONAMPE e de socorro, que dependem de pleno funcionamento e o máximo de funcionários possíveis para atender às demandas, além da alta demanda e exposição dos bancários.
Além disso, a notícia de que o Governo do Estado, em conjunto com outros Estados, assinou contrato de compra de doses da vacina Sputinik V e até o momentoaguarda interesse do Ministério da Saúde em assumir ou não a compra; fez reanimar entre a população a esperança da vacinação em massa, tornando-se assim necessário a criação de critérios para que isso ocorra.
Tendo em vista o atendimento do pleito, o Sindicato ainda se disponibilizou a apresentar ao Plano Estadual de Vacinação contra a COVID19 a relação atualizada de bancários com dados pessoais e lotação por cidade, compromisso assumido pela Fenaban junto às entidades representativas dos trabalhadores.
 

LUTA BANCÁRIA

Mais revistas