Notícias

Trabalhador não é especulador

16/04/21
A Caixa só será nossa se for 100% pública!
Governo Bolsonaro/Mourão, que colocou um banqueiro no Ministério da Economia e outro no comando do Banco Central, quer privatizar a Caixa Econômica Federal.
E para começar o enfraquecimento desse importante Banco Público iniciou o IPO da Caixa Seguridade, importante e rentável subsidiária da Caixa.
Oferece “condições especiais” aos empregados para que comprem as ações na abertura do capital.
Apela para a possibilidade de ganho individual - que pode ou não se concretizar - afinal investimento em ações é de risco. Aposta na divisão da mobilização dos empregados em defesa da Caixa em defesa do Banco Público para assim concretizarmos uma perda coletiva que é o fim da Caixa 100% pública.
Tentam enganar a toda a população que é contra a privatização da Caixa, fazendo a venda das ações no varejo, usando o próprio balcão da empresa e cobrando metas dos empregados com pressão e assédio moral para a venda direta aos clientes e demais empregados ativos e aposentados.
Comprar essas ações não faz da gente dono da Caixa, pois a maioria das ações estarão nas mãos de especuladores e grandes grupos econômicos. Estes sim darão as cartas e exigirão mais e mais resultados a fim de auferir maiores lucros.
Tentar ganhar algum dinheiro comprando essas ações não é apenas especulação.É um tiro no pé, pois poderá ganhar um dinheirinho, mas contribuirá para o enfraquecimento
da Caixa, que perderá esses e outros ativos rentáveis importantes e consequentemente perderá direitos e até o próprio emprego.
As entidades representativas, abaixo assinadas, chamam os empregados a se unirem e resistir para defender a Caixa, seus direitos e seu próprio emprego.
Não use seu salário e suas economias na destruição da Caixa.
Não compre e não venda as ações da Caixa Seguridade! 

LUTA BANCÁRIA

Mais revistas