Notícias

Santander demite por correspondência

22/12/21

Que os bancos tratam seus trabalhadores como números, o Sindicato já está cansado de alertar, mas as empresas conseguem se superar a cada nova prática, reorganização e demissão. O Santander, por exemplo, deu ao bancário Carlos Antonio Barbosa Júnior um anti-presente de natal
Ele recebeu um e-mail no dia 1º de dezembro o desligando de suas atividades alegando falta de resultados, no entanto Carlos conta que sua agência, PAB Base Aérea Van Gogh, não apresenta os resultados cobrados pelo banco, o que reforça que não se trata de resultados individuais.
O bancário se sentiu injustiçado pela forma como foi demitido, uma vez que nem mesmo sua gerente geral havia sido informada de seu desligamento. Ele diz que não pretende tentar permanecer no banco. “Se eles não me querem lá, nem vou tentar continuar”, desabafa. Mas não descarta novos empregos na área. “Vou dar uma acalmada, estudar, terminar o CPA, e depois eu penso se continuo ou não”, finalizou.
Carlos Antonio recebeu todo o auxílio jurídico e político do Sindicato dos Bancários do RN para tomar sua decisão.


LUTA BANCÁRIA

Mais revistas